Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS

Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS - Uberlândia

Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS

  • Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS
  • Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS
  • Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS
  • Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS
  • Renault Clio Hatch Expression1.0 4 PORTAS
R$ 23.500,00
Ficha técnica
  1. Motor: 1.0
  2. Combustivel: Flex
  3. Cor: Prata
  4. Portas: 4
  5. Ano/Modelo: 2016/2016
  6. Km: 30000
  7. Licenciado: Sim
  8. IPVA Pago: Sim
  9. Usado: Sim
Acessórios
  1. - Câmbio Manual
  2. - Completo
  3. - Air Bag
  4. - Ar Condicionado
  5. - Ar Quente
  6. - Computador de Bordo
  7. - Direção Hidráulica
  8. - Filme
  9. - Limpador Traseiro
  10. - MP3
  11. - Trava Elétrica
  12. - Vidro Elétrico
Observações

Renault Clio 1.0 2016 16v 80cv (Flex) . (34)9.8719-3596 Paulo . Carro muito novo e conservado, apenas 35.000 km rodado, ótimo consumo de combustível, média de 10 km/L no álcool com ar condicionado ligado, ideal para quem economizar combustível ou deseja trabalhar como motorista de aplicativo. . 2016/2016 35.000 km Garantia de fábrica Revisões feita na concessionária Prata 4 portas Defletores de chuva . Itens de série: Air bags (frontal) Direção hidráulica Vidros elétricos Travas elétricas (portas e porta malas) Ar condicionado Limpador traseiro Roda aro 13 Porta malas de 215 Litros Bancos com costuras personalizadas Sensor de deslocamento para travar as portas Computador de bordo Hodômetro Trip A Litros consumidos Km/L (média de consumo) Km/L (instantâneo) Km/h (distância percorrida por tempo) Distância percorrida desde último abastecimento Distância a percorrer Som Pioneer com entrada usb/pen drive

Francielle Fernandes Fortunato

Icone Particular
Tratar com: Francielle Fernandes Fortunato
WhatsApp: (34) 987193596
Telefone: (34) 32164236
Celular: (34) 987193596
Cidade: Uberlândia - Minas Gerais
Atenção
  1. 1. Os dados aqui informados são de inteira responsabilidade do anunciante, cabe ao usuário certificar-se da veracidade das informações e do estado de conservação do veículo que pretende comprar.
  2. 2. A Autoscar não realiza a intermediação das vendas, compras, trocas ou qualquer outro tipo de transação feita pelos usuários, não recebendo qualquer comissão ou participação nas negociações que eventualmente se realizarem através de anúncios veiculados neste website.
  3. 3. Não nos responsabilizamos por quaisquer danos diretos e/ou indiretos causados ao usuário ou a terceiros, advindos da exibição dos anúncios em desacordo com as Leis Criminal, Civil e em especial ao Código Brasileiro de Defesa do Consumidor, por parte do anunciante.

Primeiro carro do segmento popular a vir com airbag duplo de série, freios a disco ventilado, batente hidráulico e suspensão com sub-chassi, o Renault Clio, ou Clio como é mais conhecido, é o modelo mais conhecido e vendido da montadora francesa no mundo.

Desde sua origem, o Clio já dava sinais de que seria um pioneiro, já que foi o primeiro veículo não esportivo da Renault a não receber um número como nome; foi lançado em março de 1990 durante o Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça.

Mesmo não tendo um design bonito, conseguiu chamar a atenção do público por apresentar linhas arredondadas e pelos seus 3,71 metros de comprimento com entreeixos de 2,47 m.

Era disponível em quatro motores: o 1.1 de 49 cv, um 1.3 de 80 cv, ambos movidos a gasolina, e os 1.7 de 92 cv e 1.8 de 65 cv a diesel; vinham com câmbios manuais de quatro e cinco marchas e com pneus que variavam de acordo com a versão.

No ano de 1994 passaria por sua primeira reestilização, onde ganhou uma grade traseira com uma só peça, lanternas traseiras com formas mais redondas, retrovisores maiores e um painel todo renovado.

Quatro anos depois, no mesmo evento onde foi realizado seu lançamento, seria apresentada a segunda geração do Clio, que inspirado nos modelos Argus e Ludo, fez um design com linhas mais curvas, aumentava sua altura para 3,77 metros e a distância entreeixos para 2,48 m.

Chegou no Brasil em 1996, que vinha nas versões RL e RT, e mesmo com suas qualidades não chegou a emplacar de cara no mercado brasileiro, devido a forte concorrência dos então novatos Corsa e Palio, além do fato de não ter apresentado um motor 1.0.

Em 99, a Renault teve de ceder aos desejos do consumidor e fazer uma versão nacional do Clio, que vinha com o tão pedido motor 1.0, de 59 cv de potência que era apresentado nas versões RL e RN.

Já no ano seguinte chegava a versa sedã, que além de apresentar o maior porta-malas da categoria, tinha um motor 1.6 de 16v, com 102 cv de potência.

Nessa mesma época era lançado também o primeiro esportivo da linha, o Si, que entregava 110 cv, tinha a opção de freios ABS, rodas de alumínio esportivo e farol duplo com refletor.

Hoje se encontra na linha 2014, que é considerada a mais econômica pelo Inmetro, e ganhou um GSI (Gear Shift Indicator), um indicador de troca de marcha que vem como item de série do carro.